O enigma do precariado e a nova temporalidade histórica do capital – Parte 3

O desvelamento do enigma do precariado por Giovanni Alves. Primeira parte.

Blog da Boitempo

Por Giovanni Alves.

No video-documentário Precários Inflexíveis (Praxis Video, 2012), tornou-se recorrente nos depoimentos de jovens trabalhadores precários, o sentimernto de ansiedade perante o futuro. Como observou uma trabalhadora precária: “Ser precário é isso: é ter um futuro continuamente hipotecado; ser precário é viver mesmo o dia-a-dia, mesmo o dia-a-dia, quase hora-a-hora. Ser precário é a impossibilidade de fazer um plano e de ter a certeza relativa que eu vou poder concretiza-lo.” Esta é uma percepção candente de jovens altamente escolarizados que tiveram seus sonhos de inserção salarial frustrados pela nova dinâmica do capitalismo global. Eles constituem o “precariado”, a nova camada social do proletariado que cresceu nos paises capitalistas mais desenvolvidos nos “trinta anos perversos” de capitalismo global.

O crescimento da precariedade laboral, caracterizada pelo desemprego e trabalho precário atinge principalmente milhões de jovens-adultos com alta escolaridade que percebem que seus certificados e diplomas são pouco mais que bilhetes…

View original post 2,118 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s