Precariado e “proletaróides” – Uma nota metodológica

Mais um texto em que Giovanni Alves reflete sobre as camadas sociais do proletariado no Brasil.

Blog da Boitempo

14.02.24_Giovanni Alves_Nota metodológica[Otto Dix, Die Skatspieler, 1920]

Por Giovanni Alves.

Temos utilizado os conceitos de precariado e “proletaróides” para caracterizar camadas sociais da classe do proletariado, personagens sociais predominantes (embora não exclusivas), de manifestações sociais no Brasil do neodesenvolvimentismo. Por isso, intitulamos as manifestações de junho de 2013 como “a revolta do precariado”; e os “rolezinhos” ocorridos em dezembro de 2013 e janeiro de 2014 como “a invasão dos proletaróides”. Na verdade, a utilização dos conceitos de precariado e “proletaróides” visa caracterizar (e dar visibilidade) a novos personagens sociais que se constituíram na era do neodesenvolvimentismo e que explicitam em si e para si contradições da ordem burguesa hipertardia no Brasil.

A função critica da ciência social comprometida com a crítica do capital é a de dar visibilidade concreta a novos processos, relações e estruturas sociais. É importante desvelar o novo no devir histórico-social. Entretanto, não se trata…

View original post 3,118 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s